Agronegócio emprega apenas 36% dos trabalhadores com carteira assinada


Marcado pela informalidade, setor tem 33% atuando "por conta própria" e 15% sem carteira assinada. (foto: reprodução de internet)

Marcado pela informalidade, setor tem 33% atuando “por conta própria” e 15% sem carteira assinada. (foto: reprodução de internet)

Uma pesquisa do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (USP) aponta que o agronegócio é um setor marcado pelo trabalho informal.

Segundo o estudo referente a 2015, apenas 36% dos empregados têm carteira assinada; um terço do total (33%) trabalha “por conta própria”; 15% estão sem carteira assinada e 4% empregam outras pessoas.

Nestes números não estão incluídos os camponeses, ou seja, quem produz para consumo próprio.

Entre os 36%, que representam 19 milhões de trabalhadores, 9 milhões são empregados no setor primário e têm uma renda média mensal de 891 reais, no caso da agricultura, e 998 reais, na pecuária. Neste último setor estão 3 milhões e 16 mil trabalhadores. (pulsar/brasil de fato)

Faça um comentário

10 + = 16