Mobilização Nacional indígena prevê atos em diversas cidades do país


Indígenas se mobilizam por direitos (foto: racismomabiental)

Indígenas se mobilizam por direitos (foto: racismomabiental)

Mobilização Nacional Indígena vai promover manifestações em vários locais do país na semana entre os dias 30 de setembro e 5 de outubro, Estão confirmados atos em capitais como Brasília, São Paulo, Belém e Rio Branco, além de cidades no interior.

A mobilização foi convocada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) para defender a Constituição Federal, os direitos de povos indígenas e tradicionais e o meio ambiente. O objetivo é protestar contra o ataque aos direitos territoriais dessas populações por parte do governo federal, da bancada ruralista no Congresso e do lobby de grandes empresas de mineração e energia.

Os indígenas demonstram preocupação com projetos de lei que tramitam no Congresso colocando os direitos das populações tradicionais em risco. Entre eles, estão as Propostas de Emenda Constitucional 215, que transferiria do Poder Executivo para o Congresso Nacional a palavra final sobre os processos de demarcação de terras indígenas e quilombolas e a Portaria 303 da Advocacia-geral da União (AGU) que permitiria a construção de empreendimentos sem consulta prévia aos indígenas.

Também criticam a política do governo federal que financia o modelo agrícola baseado no agronegócio, que, segundo eles, “são responsáveis por expulsar do campo trabalhadores rurais, camponeses, populações indígenas e tradicionais”.

A Mobilização Nacional Indígena é apoiada por organizações indígenas e indigenistas, como o Instituto Socioambiental (ISA), o Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e o Centro de Trabalho Indigenista (CTI), além de movimentos sociais e organizações da sociedade civil. (pulsar)

 

 

Faça um comentário

6 + 1 =