Líder indígena brasileiro Raoni Metukire é recebido pelo Papa Francisco no Vaticano


Raoni e Papa Francisco em encontro no Vaticano (foto: VaticanMedia)

O líder indígena brasileiro Raoni Metukire, da comunidade Caiapó, foi recebido na manhã desta segunda-feira (27) pelo Papa Francisco em uma audiência privada na Casa Santa Marta. O encontro encerra a viagem do cacique pela Europa, onde está há três semanas e se reuniu com chefes de Estado e personalidades em Cannes para alertar sobre as crescentes ameaças à Amazônia.

A audiência foi confirmada no último sábado (25) pelo diretor interino da Sala de Imprensa da Santa Sé, Alessandro Gisotti. Na ocasião, o porta-voz afirmou que, com o encontro, “o Papa reitera a sua atenção pela população e pelo ambiente da área amazônica, e o seu compromisso pela preservação da Casa Comum”.

Gisotti também disse que “a audiência insere-se no contexto da preparação para a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a região Pan-Amazônica, que se realizará de 6 a 27 de outubro, no Vaticano, sobre o tema ‘Amazônia: Novos Caminhos para a Igreja e por uma Ecologia Integral’”.

Desde 2015, quando o Papa lançou a encíclica (comunicação papal) Laudato Si, em que critica o desenvolvimento irresponsável e faz um apelo pelo combate à degradação ambiental e às alterações climáticas, Francisco tem sido considerado o pontífice mais sensível aos problemas ecológicos.

A viagem do líder indígena acontece em meio a tensões com o governo de Jair Bolsonaro (PSL), que tem se mostrado favorável à exploração de áreas protegidas. Raoni também está recolhendo fundos para a proteção da reserva do Xingu, no Mato Grosso. (pulsar/brasil de fato)

Faça um comentário

55 − 53 =