Pela primeira vez um acordo de paz entre governo colombiano e as FARC pode ser efetivo


O representante das Farc, Ivan Marquez.(foto: caros amigos)

As Forças Armadas Revolucionárias da Colombia (Farc) juntamente com o governo colombiano chegaram a um importante acordo para definir a participação política do grupo guerrilheiro e por fim ao conflito armado.

Segundo a Agência Brasil, o  comunicado apresentado em Cuba assinala que os negociadores fecharam o acordo em torno de três pontos: direitos e garantias para o exercício da oposição política em geral e para movimentos que surjam após firmado o documento final pelo fim do conflito;  acesso a meios de comunicação e adoção de medidas efetivas para promover a participação na política nacional, regional e local de todos os setores sociais, incluindo as populações mais vulneráveis, em igualdade de condições e garantias de segurança.

Este acordo constitui uma abertura democrática para um  conflito que já dura cinquenta anos.  Apesar de parcial, o acordo sobre o tema é um importante passo para o processo de paz. A proposta implica no abandono das armas e no banimento da violência política para todos os colombianos.

O representante das Farc, Ivan Marquez, também falou publicamente e disse  que para alcançar a paz é fundamental o fim da corrupção na esfera governamental. A rodada de negociação ainda não acabou. Os próximos passos serão discutir alternativas para o problema das drogas ilícitas, reparação das vítimas do conflito; desarmamento e desmobilização dos ex-guerrilheiros e mecanismos para garantir o cumprimento dos acordos no pós-conflito. (agencia púlsar/pulsar)

Faça um comentário

11 − = 2