Governo venezuelano propõe diálogo com a oposição


(foto: divulgação)

(foto: divulgação)

O presidente da Venezuela Nicolás Maduro convocou no último sábado (22) a oposição para participar da Conferência Nacional pela Paz que ocorrerá na próxima quarta-feira (26), em Caracas.

No encontro, Maduro apresentará o plano nacional de paz e convivência para enfrentar a delinquência criminal e insegurança. O presidente reiterou o convite para todos os representantes dos estados venezuelanos, principalmente o governador do estado de Miranda, Henrique Capriles, o principal líder da oposição no país.

A Venezuela enfrenta uma onda de protestos desde o dia 12, quando uma manifestação de estudantes e opositores ao governo do sucessor de Hugo Chávez  acabou com incidentes violentos .

Segundo a Agência Brasil, as manifestações no país já causaram a morte de 14 pessoas e pelo menos 140 feridos. De acordo com o Sindicato Nacional de Trabalhadores da Imprensa, pelo menos 62 jornalistas foram vítimas de repressão de parte de organismos de segurança do Estado, de civis venezuelanos, de civis armados e de manifestantes.

A Conferência é uma tentativa de dialogar com a oposição e reduzir a violência nos protestos. Caso seja preciso uma mediação internacional de conflitos na Venezuela, Maduro já afirmou que o único organismo aceito para uma possível intervenção seria a União de Nações Sul-Americanas (UnaSul). (pulsar/agencia púlsar)

Faça um comentário

83 − = 73