Vila Autódromo resiste e 20 casas são entregues


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

Na última sexta-feira (29), a luta pela permanência dos moradores da Vila Autódromo teve seu desfecho. Após muita resistência contra as pressões e até mesmo violência da Prefeitura do Rio, finalmente 20 casas foram entregues. Para os moradores, essa é uma vitória contra as remoções.

As 20 famílias resistentes vão morar num conjunto de casas construídas no mesmo lugar onde já estão há décadas, bem ao lado do Parque Olímpico. Mais de 500 famílias removidas da comunidade foram para o condomínio Parque Carioca, em Jacarepaguá, ou negociaram indenizações.

Durante a vistoria foram encontrados alguns pequenos defeitos, que devem ser corrigidos nos próximos dias. A prefeitura se comprometeu a colocar portões para fechar os quintais das casas em até 30 dias. Numa segunda etapa, que ainda não passou por processo de licitação, está prevista a construção de quadra de esportes, praça, espaço para a associação de moradores e duas escolas, que virão da estrutura usada na montagem da provisória Arena de Handebol dos Jogos.

A comunidade, que está organizada desde 87, sofre com os impactos da remoção há 24 anos. Porém, em 2009, a pressão da prefeitura se intensificou sob a alegação da construção do Parque Olímpico para 2016. Sem diálogo com o governo e com promessas vazias, os moradores lutam contra um projeto de especulação imobiliária e lucro.  (pulsar)

Faça um comentário

38 − 37 =