Um em cada cinco brasileiros não votou; brancos e nulos aumentam


(foto: reprodução)

Dos mais de 147,3 milhões de brasileiros que estavam aptos a votar ontem (28), 31,3 milhões não compareceram às urnas. O número, equivalente a um em cada cinco brasileiros votantes, é maior do que em 2014, quando 27 milhões de pessoas não foram votar. Brancos e nulos também aumentaram desde a última eleição.

Somados os votos brancos e nulos e as abstenções, mais de 42 milhões de pessoas não escolheram um presidente neste ano. É o maior índice desde a redemocratização do país.

Foram mais de 11 milhões de eleitores que anularam ou votaram em branco ontem. O número é maior do que a população de Portugal, que tem pouco mais de 10 milhões de habitantes, e ligeiramente menor que a totalidade de moradores da cidade de São Paulo, que tem 12,11 milhões.

O índice foi de 2,41 por cento de votos brancos (2,5 milhões) e 7,43 por cento de votos anulados (8,6 milhões) neste segundo turno. No primeiro turno, a taxa foi a mesma de 2014.

Em 2014, cerca de 30 milhões de eleitores não compareceram às urnas. Brancos e nulos totalizaram 7,1 milhões: foram quase 2 milhões em branco (1,71 por cento) e 5,2 milhões de votos anulados (4,63 por cento). No total daquela eleição, 37,2 milhões de eleitores não escolheram um dos candidatos. (pulsar/congresso em foco)

Faça um comentário

5 + 2 =