Trabalhadores da Sabesp entram em greve contra demissões no próximo dia 19


(foto: Sintaema)

(foto: Sintaema)

Trabalhadores da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) decidiram entrar em greve a partir do próximo dia 19 por tempo indeterminado devido à demissão de 400 trabalhadores da empresa de janeiro a março deste ano. A decisão foi tomada em assembleia no Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente de São Paulo (Sintaema) na última terça-feira (10).

Segundo o Sintaema, estão agendadas outras 160 homologações de demissão no sindicato. Na assembleia, os trabalhadores aprovaram ainda o ingresso de uma medida cautelar na Justiça para tentar evitar novas demissões.

Para Rene Vicente, presidente do sindicato, os trabalhadores são essenciais em todas as áreas do abastecimento, principalmente em um momento como este de crise hídrica. Vicente ainda afirma que o Sintaema é contra qualquer demissão, e que os trabalhadores e a população não podem ser penalizados enquanto a empresa quer agradar e atender a demanda dos acionistas.

Na última semana, a Sabesp iniciou um plano de reestruturação em seu quadro de pessoal. Por meio de nota, a empresa informou que respeita a decisão aprovada em assembleia e se coloca à disposição para o diálogo. (pulsar)

Faça um comentário

7 + 3 =