Setembro bateu recordes em queimadas no Brasil


 (foto: Janeislan Barbosa)

(foto: Janeislan Barbosa)

Setembro foi o mês com mais queimadas no Brasil, nos últimos 20 anos, de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Temperaturas altas, clima seco e falta de chuva são fatores que contribuem para o surgimento de focos de incêndio.

Mas a intervenção do homem é, sem dúvida alguma, a principal causa dessas ocorrências, provocando danos irreparáveis ao meio ambiente. Segundo o biólogo Giuseppe Puorto, membro do Conselho Regional de Biologia da Primeira Região (São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul), “As queimadas destroem a fauna e a flora nativas, causando empobrecimento do solo e reduzindo a capacidade de penetração da água no subsolo, entre outros danos ao meio ambiente”.

De acordo com dados divulgados pelo Inpe, durante o mês de setembro ocorreram aproximadamente 100 mil queimadas no Brasil. Para se ter uma ideia, esse número representa quase a metade das ocorrências registradas pelo órgão durante todo o ano de 2016, que foi de 188 mil queimadas. (pulsar/envolverde)

Faça um comentário

− 1 = 2