Senador chileno propõe “Lei Bolsonaro” para combater notícias falsas


(imagem: reprodução)

O senador chileno Alejandro Navarro irá propor ao Congresso do Chile uma lei que combata notícias falsas. A lei já está sendo tratada como a “Lei Bolsonaro”, em referência ao candidato Jair Bolsonaro (PSL) que foi denunciado pelo jornal Folha de S.Paulo de receber Caixa 2 de empresários para espalhar notícias falsas sobre Fernando Haddad (PT) nas redes sociais.

A ideia da lei é punir candidatos que divulgarem notícias falsas sobre seus adversários. De acordo com o site FayerWayer, Navarro disse que essa reforma irá sancionar a nova maneira de fazer política adotada pela extrema direita da América Latina, que pesquisa as preferências dos usuários nas redes sociais e depois espalha mentiras destruindo a reputação dos candidatos adversários.

“Um presidente deve ser um líder que triunfa sem trapacear no debate político e nas urnas”, disse. Segundo ele, isso não é viver em uma democracia “saudável”.

“Caso contrário, ganhará o que mais se encontra, aquele que tem mais acesso a informações erradas por meio de redes sociais, o que contrata mais empresas de marketing político para manipular as informações e entregar conteúdo falso de forma deliberada”, afirmou. (pulsar/revista fórum)

Faça um comentário

92 − 89 =