Seminário discute Ecofeminismo e Economia Feminista no Rio de Janeiro


(imagem: reprodução)

(imagem: reprodução)

De 28 a 30 de março, o Instituto Eqüit realiza o Seminário “Diálogos difíceis, diálogos possíveis: questões dos feminismos contemporâneos” que buscará debater questões do Ecofeminismo, da Economia Feminista e da Economia dos cuidados. O evento acontece na cidade do Rio de Janeiro. Para saber mais sobre a proposta do encontro, a Pulsar Brasil conversou com Graciela Rodriguez, coordenadora do Instituto Eqüit.

De acordo com Rodriguez, entre os objetivos do seminário está repensar, refletir e atualizar debates como a relação das mulheres com a natureza, a justiça socioambiental e a ecologia. Além disso, a coordenadora afirma que outro ponto importante é pensar a questão da economia, principalmente da chamada economia do cuidado, que aborda o trabalho não remunerado normalmente realizado pelas mulheres.

Graciela Rodriguez acredita que é essencial discutir o feminismo na perspectiva da ecologia, o ecofeminismo. Para ela o movimento feminista só tem a ganhar quando pensa os impactos das questões ambientais na vida das mulheres. Segundo ela, o paradigma patriarcal da nossa sociedade se reproduz também na natureza. Os mesmos homens que destroem a natureza, são os que destroem as vidas das mulheres.

O seminário é voltado principalmente para as feministas, que podem se inscrever até o dia 24 de março. O formulário de inscrição disponível em: https://goo.gl/forms/AZSm5OaHp4R320zH2. O Seminário também terá transmissão online ao vivo no link  https://www.youtube.com/user/institutoequit/live. Confira a programação completa em http://www.equit.org.br. (pulsar)

Audios:

Faça um comentário

− 5 = 1