Rodovias são bloqueadas em protesto contra prisão de Lula; integrante do MST é baleada na Paraíba


Entrada do Aeroporto de Salvador fechada pela Frente Brasil Popular em defesa da democracia e de Lula (foto: MST)

Entrada do Aeroporto de Salvador fechada pela Frente Brasil Popular em defesa da democracia e de Lula (foto: MST)

Rodovias federais e estaduais do país amanheceram bloqueadas, por integrantes do MST, Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra, nesta sexta-feira (6).

Segundo o grupo, os bloqueios são uma forma de protestar contra o mandado de prisão expedido pelo juiz Sergio Moro contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, depois que o Supremo Tribunal Federal negou o habeas corpus do político.

Segundo o coordenador nacional do MST, Alexandre Conceição, mais de 20 estados estão mobilizados nas estradas.

Por volta das nove da manhã, uma integrante do MST, que participava do bloqueio na BR 101, entre Recife e João Pessoa, foi atingida por um homem que furou o bloqueio. A integrante Eva Alves assistiu tudo e conta que a mulher foi atingida na perna.

O coordenador do MST acredita que os atos contrários à prisão de Lula, nas estradas, podem chegar a bloquear mais de 100 pontos em todo o Brasil. (pulsar)

*Informação Radioagência Nacional

 

Faça um comentário

13 − = 12