Relatório sobre conflitos no campo em 2015 será lançado nesta sexta-feira (15)


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

Na próxima sexta-feira (15), a Comissão Pastoral da Terra (CPT) lança sua publicação anual Conflitos no Campo Brasil 2015. É a trigésima primeira edição do relatório que reúne dados sobre os conflitos e violências sofridas pelos trabalhadores e trabalhadoras do campo brasileiro, com a inclusão de indígenas, quilombolas e demais povos tradicionais.

O lançamento nacional do relatório será realizado em dois lugares: Brasília e Marabá, no Pará. 

O relatório de 2015 destaca o maior número de assassinatos em conflitos no campo dos últimos 12 anos. São 50 assassinatos, 14 a mais que no ano anterior, quando foram registrados 36 homicídios. Quarenta e sete casos ocorreram no contexto de conflitos por terra, um em conflito trabalhista e dois em conflitos pela água.

Além disso, a CPT registrou em 2015 o maior número de conflitos pela água dos últimos 14 anos. As situações que envolvem a água cresceram seis por cento, passaram de 127, em 2014, para 135 em 2015. É o maior número de conflitos registrado pela Comissão desde que esse dado começou a ser contabilizado separadamente, em 2002.

Na tarde do dia 15 todos os dados estarão disponíveis na página da Comissão Pastoral da Terra (CPT) na Internet: www.cptnacional.org.br. (pulsar)

*Com informações da CPT

Faça um comentário

47 − 38 =