Rede de Mulheres da Amarc e Artigo 19 realizam oficina sobre violação à liberdade de expressão


(imagem: Artigo 19)

(imagem: Artigo 19)

Violações à Liberdade de Expressão, ameaças, violência. Quais são as dificuldades enfrentadas pelas mulheres comunicadoras em seu exercício profissional? Para responder a esta pergunta e propor ações em conjunto com as comunicadoras do Sudeste, a Artigo 19, em parceria com a Rede de Mulheres da Amarc Brasil (Associação Mundial de Rádios Comunitárias), realiza a partir desta sexta-feira (6) oficinas no Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

A atividade faz parte do projeto Mulheres de Expressão, que promove a liberdade de expressão e o acesso à informação de mulheres por todo o Brasil, e já passou pelas cidades de Valente, na Bahia e Olinda, em Pernambuco, em 2016. Atualmente o foco está nas mulheres radialistas.

De acordo com Denise Viola, coordenadora executiva da Amarc e integrante da Rede de Mulheres da Amarc, o objetivo é que em 2018 seja lançada uma publicação com os resultados dessa pesquisa, com um olhar atento às questões de gênero nas violações à liberdade de expressão.

Os encontros acontecem no Rio de Janeiro, entre os dias seis e sete de julho, e em Belo Horizonte nos dias dez e 11. (pulsar)

 

Audios:

Faça um comentário

+ 68 = 78