Povos indígenas convocam Dia da Amazônia


(foto: Articulação dos Povos Indígenas do Brasil)

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) lançou na última segunda-feira (2) uma convocação para manifestações em defesa da Floresta Amazônica na próxima quinta-feira (5). A organização considera o aumento das queimadas e do desmatamento na Amazônia como um crime contra a humanidade e cobra responsabilidade do governo Bolsonaro.

“Dia 5 de Setembro é Dia da Amazônia. Para nós, guardiães das florestas, será um dia de luta, para lembrar que é preciso manter a atenção e a mobilização pela vida da nossa grande floresta e logo, pelas nossas vidas. Por isso, a APIB – Articulação dos Povos Indígenas do Brasil convoca você para estar nas ruas neste dia”, disse em nota a organização.

A APIB pretende promover nesse dia uma grande mobilização que cobre maior responsabilidade do governo de Jair Bolsonaro com relação às suas políticas ambientais que têm permitido um crime contra a humanidade na Amazônia através do crescimento das queimadas e do desmatamento na região, que crescem a cada mês.

“É preciso que providências sejam tomadas em relação ao crime contra humanidade que vem sendo cometido através das queimadas e do grave desmatamento da Amazônia. Que o que foi queimado, seja reflorestado. Nós não temos plano B, o momento é grave e urgente. O Estado brasileiro precisa assumir a sua responsabilidade no que se refere às políticas ambientais”, afirma a APIB.

Na última sexta-feira, cerca de 14 tribos indígenas e quatro povos ribeirinhos da região da Bacia do Xingu, no Pará, se reuniram anunciando uma unidade contra o Governo Bolsonaro e em defesa da Floresta Amazônica. (pulsar/revista fórum)

Faça um comentário

+ 33 = 43