Pernambuco realiza ato em defesa dos desapropriados pelas obras da Copa


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

Na próxima sexta-feira (21), mais uma vez os antigos moradores do Loteamento São Francisco se mobilizam em Camaragibe, Pernambuco. As vítimas das obras de mobilidade para a Copa do Mundo de 2014, em sua maioria idosos desgastados com o processo de desapropriação, pleiteiam apenas que seus direitos sejam assegurados. O ato será realizado em frente à Procuradoria Geral do Estado.

Há três anos, cerca de 400 famílias distribuídas em 129 lotes lutam contra uma série de violações de direitos. Ao todo já são cinco mortes. Os parentes sofrem com a perda e cada dia que se passa mais pessoas ficam doentes. Já são muitos casos de depressão, hipertensão e AVC devido à situação desumana em que se encontram. Alguns encontraram abrigo na casa de parentes e outros pagam aluguel sem terem condições, pois não receberam indenização.

Em visita ao Loteamento, a relatora especial da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Direito à Moradia Adequada, Raquel Rolnik, assegurou que os direitos dos moradores devem ser respeitados. Indenizações, agilidade nos pagamentos, auxílios-moradia e auxílios psicossociais são algumas das promessas que serão cobradas ao Governo do Estado durante a manifestação. (pulsar/comitê popular da copa PE)

Faça um comentário

81 − = 73