OEA diz estar preocupada com fake news e violência nas eleições do Brasil


(foto: reprodução)

A Missão de Observação Eleitoral da OEA, a Organização dos Estados Americanos, está novamente no Brasil. Os observadores internacionais acompanharam o primeiro turno das eleições e se mostraram preocupados com a grande quantidade de notícias falsas, as fake news.

A própria missão foi alvo de boatos compartilhados pela internet.

Para eles, tanto as instituições brasileiras quanto a imprensa têm se esforçado no combate às mentiras. O desafio é conseguir levar a verdade para os grupos privados de discussões, como os do WhatsApp.

Os especialistas também criticaram a violência devido à polarização política e a lentidão da Justiça ao julgar registros de candidaturas antes da eleição.

Apesar disso, consideraram que o sistema eletrônico de votação foi eficiente e garantiu rapidez na apuração dos votos.
Foi a primeira vez que 41 observadores de 18 nacionalidades acompanharam as eleições no Brasil.

Logo após o primeiro turno, a missão da OEA divulgou um relatório preliminar e pediu que, no segundo turno, os candidatos valorizassem os espaços de debate para expor ideias de forma pacífica.

O relatório final será divulgado a partir da semana que vem. (pulsar)

*Informação da Radioagência Nacional

Faça um comentário

4 + 5 =