Ocupa Golfe realiza ato para denunciar irregularidades nas obras dos Jogos Olímpicos


Ocupação em defesa de referva ambiental no Rio de Janeiro (foto: reprodução)

Ocupação em defesa de referva ambiental no Rio de Janeiro (foto: reprodução)

No próximo sábado (28) um ato organizado pelo movimento Ocupa Golfe denunciará os crimes ambientais cometidos pela Prefeitura do Rio de Janeiro durante as obras das instalações olímpicas. Os manifestantes irão se reunir no início da tarde em frente ao hotel Windsor, em Copacabana, local onde ocorrerá uma coletiva de imprensa do Comitê Olímpico Internacional (COI).

O movimento Ocupa Golfe conta com aproximadamente 300 pessoas envolvidas na ação. Os militantes ambientais protestam contra a construção do campo de golfe para os Jogos Olímpicos dentro de uma área de proteção ambiental do Parque Marapendi, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

Segundo o ativista ambiental e integrante do movimento, Marcello Mello, o Prefeito Eduardo Paes concedeu uma área de aproximadamente 58 mil metros quadrados para o empreendimento, que foi obtida de maneira irregular. Mello aponta que a construção do campo de golfe no Parque Marapendi é um pretexto para que após os Jogos Olímpicos a área seja utilizada pela especulação imobiliária para a construção de um condomínio de luxo com 22 prédios.

As informações sobre a manifestação e as atividades que irão ocorres estão disponíveis na página do evento no Facebook. (pulsar)

Faça um comentário

3 + 1 =