Número de pessoas mortas pela polícia bate recorde no Rio de Janeiro


(foto: Tânia Rego/Agência Brasil)

Os números são de vítimas de uma guerra. Em 2019, até o momento, 1.546 pessoas foram mortas pelas forças policiais do Rio de Janeiro. O principal motivo para dados tão alarmantes é a política do governo Wilson Witzel (PSC), que incentiva a violência policial, principalmente contra jovens negros da periferia.

O levantamento feito pela Instituto de Segurança Pública (ISP) mostra que o número de mortos pela polícia aumentou 18 por cento em relação ao ano passado. “Há de fato áreas onde o aumento de mortes pela polícia é acompanhado da queda dos homicídios dolosos, mas esse não é o padrão geral”, indicou o relatório.

O ISP coleta os dados sobre pessoas mortas pela polícia desde 1998 e este ano bateu o recorde de homicídios cometidos pelas forças do estado.

No final do mês de setembro, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) abriu um inquérito civil público para apurar o aumento das mortes pelo estado. (pulsar/revista fórum)

Faça um comentário

47 − = 44