No Nordeste, 27% das mulheres já foram vítimas de violência doméstica


 (foto: Alexas_Fotos/Creative Commons)

(foto: Alexas_Fotos/Creative Commons)

Na última quinta-feira (23), a ONU Mulheres divulgou uma pesquisa que revela que 27 por cento de todas as mulheres da região Nordeste, com idades entre 15 e 49 anos, já foram vítimas de violência doméstica ao longo da vida. Na região, 17 por cento das mulheres já foram agredidas fisicamente pelo menos uma vez.

Salvador, Natal e Fortaleza ostentam o título negativo de cidades mais violentas para as mulheres, quando consideradas as agressões físicas domésticas, com índices na casa dos 19 por cento.

Os números são da Pesquisa de Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, divulgada pela agência das Nações Unidas e elaborada pela Universidade Federal do Ceará (UFC), o Instituto Maria da Penha e o Institute for Advanced Study in Toulouse.

O levantamento entrevistou dez mil mulheres, representativas de cinco milhões de mulheres que vivem nas nove capitais nordestinas. Em Maceió e Recife, a frequência da violência doméstica desponta com incidência considerável nos últimos 12 meses.

Nesse período, 11 por cento das mulheres nordestinas foram vítimas de violência psicológica, enquanto cinco por cento sofreram agressões físicas e dois por cento, violência sexual no contexto doméstico e familiar.

A divulgação dos dados faz parte da campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. (pulsar/onu)

Faça um comentário

15 + = 22