MPF realiza investigação no Hospital Central do Exército no Rio


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) realizaram uma operação de busca e apreensão no Hospital Central do Exército (HCE) em Benfica, no Rio de Janeiro, na última sexta-feira (14).

O  MPF  constatou que a unidade do Exército ocultou da Comissão Nacional da Verdade documentos que foram objeto de diligência conjunta da CNV e da Comissão da Verdade do Rio realizada em 23 de setembro.

Na ocasião da visita ao HCE, membros das duas comissões se reuniram com o diretor do hospital, general Vitor Cesar, que informou não dispor dos prontuários médicos do período investigado. No entanto, a diligência do Ministério Público Federal constatou a existência de prontuários de 1940 à 1969 e de 1974 à 1983.

Na investigação foi encontrada uma pasta com nomes, fotografias e informações de integrantes das duas comissões. A CNV esclareceu que a pedido do Ministério da Defesa uma lista somente com nomes foi enviada previamente para a confecção de crachás para facilitar o acesso de todos às dependências do hospital.

Nesta segunda-feira (17) o coordenador da CNV comunicou o ocorrido ao Ministro da Defesa, Celso Amorim, e solicitou providências da pasta para o rápido esclarecimento dos graves fatos apurados pelo Ministério Público Federal (MPF). (pulsar)

Faça um comentário

8 + 1 =