Moro aceita convite de Bolsonaro para comandar “superministério” da Justiça


Juiz Sérgio Moro aceita convite de Bolsonaro
para comandar ministério (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Em encontro de pouco mais de três horas na manhã desta quinta-feira (1º) no Rio de Janeiro, o juiz de primeira instância, Sérgio Moro, aceitou o convite do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), para comandar um “superministério” da Justiça.

A informação foi confirmada via Twitter pelo presidente eleito. “O juiz federal Sérgio Moro aceitou nosso convite para o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Sua agenda anti-corrupção, anti-crime organizado, bem como respeito à Constituição e às leis será o nosso norte”, tuitou Bolsonaro.

Na saída da reunião, por volta das 10h45, Moro chegou a sair do carro para conversar com jornalistas na porta do condomínio onde mora Bolsonaro, mas recuou diante do tumulto. Ele estava acompanhado de Paulo Guedes, que será o “superministro” da economia de Bolsonaro.

Minutos depois do anúncio, a página do Facebook do ex-presidente Lula compartilhou a capa da edição de novembro de 2016 do jornal O Estado de S.Paulo, que traz na manchete a fala de Moro, em entrevista exclusiva: “Jamais entraria para a política”. (pulsar/revista fórum)

Faça um comentário

7 + 1 =