Marta Suplicy manifesta apoio à preservação do Museu do Índio do Rio


Indígenas e apoiadores em defesa do antigo Museu do Índio (foto: facebook/aldeia)

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, manifestou nesta quarta-feira (23) a posição do Ministério da Cultura (MinC) a favor da preservação do Museu do Índio. Os governos estadual e municipal do Rio de Janeiro querem derrubar o edifício ocupado por indígenas nas proximidades do Maracanã para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

A declaração da ministra ocorreu durante conversa com o governador em exercício do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. Martha Suplicy disse que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) já recomendou ao estado o tombamento do imóvel.

A ministra ainda afirmou esperar que “prevaleçam o interesse na preservação do patrimônio material e imaterial e a sensibilidade do governo do estado”. A possibilidade de remoção do prédio centenário está gerando reações e mobilizações em todo país. Um abaixo-assinado pedindo a suspensão imediata da ordem de demolição já reuniu mais de 10 mil assinaturas de brasileiros e estrangeiros.

Com o título “O Brasil quer salvar o Museu do Índio do Brasil”, o documento foi entregue terça-feira (22) à Defensoria Pública da União do Rio de Janeiro (DPU/RJ). A iniciativa partiu de uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), sediada no Rio Grande do Sul.

A ocupação recebeu ordem de despejo na última semana. Ao mesmo tempo, o prazo dado pelo Tribunal Regional Federal (TRF2) para que a União se manifestasse sobre o pedido de suspensão das liminares que impedem a remoção da Aldeia Maracanã se encerra no próximo dia 28. (pulsar)

Faça um comentário

27 − = 24