Marco Aurélio autoriza volta de Aécio ao Senado e nega pedido de prisão


Aécio Neves volta para o Senado (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Aécio Neves volta para o Senado (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello autorizou nesta sexta-feira (30) o senador Aécio Neves (PSDB-MG) a retomar as atividades parlamentares no Senado Federal.

Aécio não comparece à Casa desde 18 maio, quando foi afastado pelo ministro Edson Fachin, após a Operação Patmos da Polícia Federal, cujos principais alvos incluem o presidente da República Michel Temer (PMDB) e o senador da República, Aécio Neves (PSDB).

A operação foi realizada um dia após o jornal O Globo revelar a existência de áudios comprometedores e provas contra Temer, Aécio, o deputado federal paranaense Rocha Loures (PMDB) e diversos outros agentes políticos. No texto, Marco Aurélio manteve decisão anterior de negar o pedido de prisão preventiva do senador.

No documento, Marco Aurélio, entretanto, proíbe o senador de deixar o país e de fazer contato com outros investigados ou réus no processo.

A Procuradoria Geral da República (PGR) havia pedido a prisão de Aécio, que foi negado por Fachin. Na decisão de hoje, o ministro Marco Aurélio manteve a sentença e descartou a prisão preventiva do parlamentar. (pulsar)

*Com informações da Agência Brasil

Faça um comentário

63 − = 58