Marcha internacional denuncia genocídio do povo negro


(charge: Latuff)

(charge: Latuff)

Nesta sexta-feira (22), acontece a Segunda Marcha Internacional Contra o Genocídio do Povo Negro em 15 países e 18 estados brasileiros. A mobilização é convocada pela campanha “Reaja ou será morto(a)”, que se iniciou na Bahia com o movimento luta contra o Racismo e o fim do Genocídio da população negra, em 2005.

A violência contra a população negra é confirmada pelas estatísticas do Mapa da Violência. Segundo os dados, em dez anos as vítimas negras aumentaram de 29 mil 656 para 41 mil 127. Enquanto isso, o número de assassinatos de brancos diminuiu de 19 mil 846 para 14 mil 928. As vítimas, em sua maioria, são do gênero masculino, com a faixa etária entre 15 e 29 anos.

A Marcha ainda evidencia a autonomia e o protagonismo das mulheres negras, que têm reagido e resistido à opressão contra o povo negro em todos os continentes.  O objetivo também é denunciar a inércia do governo na implementação de políticas a favor da população negra.

Já estão confirmados atos em estados como São Paulo, no Rio de Janeiro, Paraná, Piauí, Maranhão, Rio Grande do Sul, Amazonas e Espírito Santo. (pulsar/página do mst)

Faça um comentário

85 − 81 =