Manifestantes denunciam ‘holocausto ecológico’ do COI na Reserva Ambiental de Marapendi


(foto:André Naddeo / Terra)

(foto:André Naddeo / Terra)

Cerca de 50 manifestantes munidos com apitos e faixas protestaram na tarde de sábado (28) em frente ao hotel Windsor, em Copacabana, onde o Comitê Executivo do Comitê Olímpico Internacional (COI) se reuniu no último dia de visita ao Rio de Janeiro, palco dos Jogos Olímpicos de 2016.

Pouco antes do início da coletiva de imprensa do presidente do COI, Thomas Bach, manifestantes contrários à realização dos Jogos no Rio estenderam faixas chamando a atenção para o “holocausto ecológico” que a entidade representaria. Saiu o Fifa, do grupo que protestava na Copa do Mundo, e entrou em seu lugar agora o “COI, Go Home”.

Os militantes ambientais protestam contra a construção do campo de golfe para os Jogos Olímpicos dentro de uma área de proteção ambiental do Parque Marapendi, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Uma série de denúncias envolvendo irregularidades das obras e da aquisição do terreno estão sendo encaminhadas para a Justiça. (pulsar)

Faça um comentário

29 − = 25