Mais de 18 mil pessoas apoiam projeto que autoriza uso de arma na zona rural; 2,9 mil são contrários


Conflitos Agrários no Brasil (arte: Latuff)

Conflitos Agrários no Brasil (arte: Latuff)

Em menos de 15 dias de tramitação, mais de 18 mil pessoas manifestaram apoio a um projeto de lei para autorizar o uso de arma de fogo para quem mora em áreas rurais.

O texto do PL 224/2017  está em consulta popular no site do Senado. Discordaram da proposta do senador Wilder Morais (PP-GO) 2 mil e 943 pessoas.

O parlamentar justifica que muitas propriedades rurais ficam distantes de um posto policial, o que representa risco para as famílias dessas localidades. Por isso, o armamento, na opinião dele, é importante.

Já o representante da Comissão Pastoral da Terra, Paulo Cesar Moreira, diz que a possível autorização do armamento pode aumentar a violência no campo.

De janeiro até agora, a Comissão Pastoral da Terra contabilizou 48 mortes em áreas rurais, todas elas motivadas por conflitos no campo.

O prazo para os senadores apresentarem emendas à proposta termina no dia 3 de agosto. Depois de passar por consulta popular, o texto será levado à votação na Comissão e Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. (pulsar)

*Radioagência Nacional

Faça um comentário

76 − 70 =