Janaína Paschoal admite ter recebido R$ 45 mil do PSDB para elaborar pedido de impeachment


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

Janaína Paschoal, a advogada autora do pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff aprovado na Câmara dos Deputados e em tramitação no Senado, confessou a senadores da comissão especial que foi contratada pelo PSDB, junto com o jurista Miguel Reale Júnior, para elaborar um parecer do impeachment. 

O PSDB teria construído o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff e tem, agora, a relatoria do processo no Senado. Ouvida por senadores da comissão especial, Janaína admitiu ter recebido 45 mil reais da legenda para, junto com Miguel Reale Júnior, elaborar um parecer sobre o afastamento da presidenta.

Segundo a advogada, a contratação ocorreu em maio do ano passado e o processo foi proposto em setembro. Até então, Janaína afirmava que o pedido surgiu com base nas reivindicações de cidadãos indignados.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM), que confrontou a autora do processo de impeachment, disse em sua página no facebook que o que está ocorrendo é um jogo de carta marcada para retirar do poder uma presidenta legitimamente eleita com mais de 54 milhões de votos. (pulsar/ revista fórum)

Faça um comentário

22 + = 26