Impacto da Copa na região portuária do Rio é tema de projeto


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

O Instituto Favelarte acaba de lançar a sua primeira reportagem do projeto “Direito à cidade e Mobilidade urbana. Impacto da Copa de 2014 na região Portuária do Rio de Janeiro”. Para começar uma série de 10 reportagens foi escolhido como tema o teleférico do Morro da Providência.

O objetivo é contribuir com a informação, mobilização e reivindicação dos  moradores da cidade do Rio de Janeiro e, mais especificadamente, os da região portuária sobre os impactos da Copa de 2014.

O projeto se insere na luta dos cidadãos que são prejudicados no seu cotidiano em detrimento de empresas e turistas para a realização dos megaeventos. Um dos questionamentos mais significativos é a falta de participação popular nas decisões.

O Morro da Providência está situado na zona portuária do Rio de Janeiro e é considerado o primeiro morro do estado. A resistência e luta de seus moradores faz parte de sua história. Para realizar as obras do teleférico, a Prefeitura alegou a necessidade de remoção de 291 famílias, sem qualquer explicação aos moradores.

Ao longo do processo foi organizada a Comissão dos Moradores da Providência e o Fórum Comunitário do Porto. As remoções foram reduzidas para 60 casas em situação de risco. O teleférico foi inaugurado, porém, em vez de estar em funcionamento, ficou abandonado. O vídeo está disponível no YouTube com o título “Mobilidade Urbana e Direito à Cidade – O Teleférico da Providência”. (pulsar)

Faça um comentário

− 3 = 3