Grito dos Excluídos convoca manifestações para 7 de setembro e tem juventude como tema


Grito dos excluídos terá foco na juventude este ano

Grito dos excluídos terá foco na juventude este ano

“Juventude que Ousa Lutar Constrói Projeto Popular”: esse é o lema do 19º Grito dos Excluídos que vai promover manifestações em várias cidades do país neste 7 de setembro, quando se comemora a Independência do Brasil. O foco do Grito este ano é chamar atenção para os problemas que sofrem os jovens brasileiros, principalmente os que vivem nas periferias.

Em entrevista a Agência Brasil, Marcelo Naves, membro do Instituto Paulista de Juventude, ressalta que os jovens estão excluídos da sociedade por conta do trabalho ou da violência. Ele também aponta para a questão do extermínio, como no caso do genocídio da juventude negra. Segundo ele, foram registrados pelo Instituto cerca de 50 mil homicídios por ano. Desse total, em mais de 40% as vítimas são jovens.

O Grito dos Excluídos ocorre desde 1995 nos dias da Independência e é um espaço de participação livre e popular, junto dos movimentos sociais. Mas para o dia 7 de setembro também estão sendo organizadas manifestações por grupos de direita, inclusive que apoiam a volta da Ditadura Militar.

Além disso, o Anonymous puxou a Operação 7 de setembro, que se diz apartidária, e os ativistas do Black Blocs convocaram uma manifestação que terá como principal objetivo protestar contra a atual repressão do Estado e da polícia contra os manifestantes e dará em apoio aos ativistas que foram presos nesta quarta-feira (4). (pulsar)

Faça um comentário

81 + = 83