Funai prepara acordo com governo do Maranhão para demarcar área Gamela


Povo Gamela (foto: reprodução)

Povo Gamela (foto: reprodução)

A Funai deve apresentar, em 45 dias, um esboço sobre parceria a ser firmada com o governo do Maranhão para acelerar a formação do grupo de trabalho de demarcação da área indígena Gamela. O acordo foi firmado em audiência realizada na Justiça Federal nesta semana.

O governo do Maranhão havia se colocado à disposição para custear a atuação do grupo de trabalho para a demarcação. No entanto, desde o início de maio, a parceria não evoluiu porque a Funai não repassou a planilha orçamentária para o governo maranhense.

Os grupos de trabalho são organizados e coordenados pela Funai para identificação dos territórios indígenas no Brasil. A equipe é multidisciplinar e reúne cerca de cinco profissionais nas áreas antropológicas, ambientais e geográficas.

Em média, a equipe conclui os trabalhos de demarcação do território, em cinco anos. No entanto, o processo segue para outras etapas e o processo de demarcação territorial pode levar até 15 anos ou mais.

A região, que abrange os municípios de Viana, Matinha e Penalva é conhecida pela disputa de terras entre o povo Gamela e fazendeiros. Em abril desde ano, a área foi cenário de uma tentativa de massacre, que terminou com várias indígenas feridos. (pulsar)

*Informação da Radioagência Nacional

Faça um comentário

+ 82 = 87