Frente de esquerda anuncia atos em todo o Brasil em defesa de Lula


Ato em solidariedade a Lula reúne milhares em São Bernardo do Campo (foto: Mídia Ninja)

Ato em solidariedade a Lula reúne milhares em São Bernardo do Campo (foto: Mídia Ninja)

O futuro político do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva  e os rumos da democracia brasileira estão em jogo nesta sexta-feira (6). Em menos de 20 horas após o Supremo Tribunal Federal negar por 6 votos a 5 o pedido de habeas corpus preventivo de Lula, o juiz Sergio Moro determinou a prisão do petista. Os advogados do ex-presidente alegam que ainda há recursos  para apresentar  junto ao Tribunal Regional da Quarta Região e, sendo assim, a pena ainda não poderia ser cumprida.

Moro deu até às cinco da tarde para Lula se entregar. Em resposta ao pedido de prisão, movimentos sociais e sindicais ocupam as ruas de várias cidades brasileiras em defesa do ex-presidente. A Pulsar Brasil conversou com Maria Eduarda Fernandes que é secretaria de comunicação da Central Única dos Trabalhadores no Rio de Janeiro (CUT – RJ) e integra a Frente Brasil Popular, uma articulação que reúne 70 organizações em defesa da democracia e dos direitos da população brasileira.

Em entrevista à Agência, Fernandes explicou as propostas do movimento em defesa do ex-presidente Lula. Ela destacou também a importância da realização do Congresso do Povo Brasileiro  no primeiro semestre. A iniciativa tem como objetivo construir uma agenda de mobilização e formação da sociedade para garantir o processo de transformação social.

Confira a entrevista.

Audios:

Faça um comentário

77 − 68 =