Festival de teatro reune artistas e realiza espetáculos na periferia paulista


Festival reune artistas na periferia paulista (foto:brasilatual)

Ocorre a partir de amanhã (29) a 8ª edição do Festival Nacional de Teatro do Campo Limpo (Festcal), na zona sul da capital paulista. Organizado pela Trupe Artemanha de Investigação Teatral, o festival reúne doze grupos de diferentes estados em espetáculos, oficinas e debates. Os artistas virão de São Paulo, Ceará, Rio Grande do Sul.

A curadora do festival Dêssa Souza explica que “a ideia é mostrar que as pessoas da periferia não têm de atravessar a cidade para ter e fazer arte” pois tudo que precisam já está lá. Neste ano, o evento ocupará ruas e espaços do Campo Limpo, do Capão Redondo e de Paraisópolis.

O grupo homenageado este ano pelo Festcal é o Movimento Escambo Livre de Rua, que reúne grupos de teatro e artistas populares de nove estados do país.

Junio Santos, integrante-fundador do Movimento Escambo afirma que o festival serve para mostrar que “o artista não precisa ir onde o povo está, porque o povo é o artista. A arte é um direito de todos”. O 8º Festival Nacional de Teatro de Campo Limpo terá como parte de sua programação a 3ª Revirada Cultural da Resistência, evento artístico-político que reúne coletivos artísticos em 36 horas ininterruptas de atividades.

A revirada marca dois anos de ocupação do Cita, espaço público que ficou abandonado por 16 meses e hoje é sede da Trupe Artemanha. A programação do festival e da revirada estão disponível no site da Trupe Artemanha. (pulsar/brasilatual)

Faça um comentário

1 + = 8