Especial FAMA 2018 Impactos da Mineração: A água como direito elementar à vida


Série Especial FAMA 2018 - Impactos da Mineração. (arte: Pulsar Brasil)

Série Especial FAMA 2018 – Impactos da Mineração. (arte: Pulsar Brasil)

A Pulsar Brasil, a partir desta quinta-feira (11), lança a série especial FAMA 2018 – Impactos da Mineração. Ao todo são dez reportagens radiofônicas que abordam os danos socioambientais causados por uma das principais atividades econômicas do país.  A tragédia de Mariana, a exploração de minérios na Amazônia, as modificações na paisagem e a destruição do ecossistema em nome do progresso, são alguns dos temas presentes na série.

O Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA), que ocorre de 17 a 22 de março deste ano, em Brasília, foi o fio condutor das reportagens. O encontro é um evento de caráter internacional que reúne organizações da sociedade civil e movimentos sociais em defesa da água como direito elementar à vida. O FAMA é um contraponto ao Fórum Mundial da Água, que agrupa grandes corporações interessadas na privatização das fontes naturais e dos serviços públicos de água e saneamento.

Na série especial FAMA 2018 – Impactos da Mineração a Pulsar Brasil mostra o papel da água na extração do minério e o quanto este bem comum é desperdiçado pela indústria. O lado B da atividade econômica que se destaca como uma das principais financiadoras de campanhas eleitorais no país é descortinado, revelando o alto preço que a população brasileira paga pelo desenvolvimento.

A primeira reportagem da série apresenta o FAMA e conta com a participação da representante da Federação dos Órgãos para Assistência Social e Educacional (FASE), Maiana Maia, que revela dados alarmantes sobre a quantidade de água utilizada no processo da mineração. Segundo Maia, os 3 minerodutos existentes em Minas Gerais consomem 8 milhões de metros cúbicos de água por mês, ou seja, meia cidade de Belo Horizonte.

Confira a reportagem em áudio e o teaser da série.

 

Audios:

Faça um comentário

66 + = 73