Escassez de água pode atingir dois terços da população mundial até 2050


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

De acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), a escassez de água afetará dois terços da população mundial em 2050, em virtude do uso excessivo de recursos hídricos para a produção de alimentos. O anúncio ocorreu nesta terça-feira (14) durante o Fórum Mundial da Água, que teve início na última segunda-feira (13), na Coreia do Sul.

Em relatório intitulado “Para um futuro com segurança hídrica e alimentícia”, a FAO alertou que, atualmente, 40 por cento da população mundial sofre com a falta de água e que a tendência é só aumentar, por conta do alto consumo para produção do setor agrícola. De acordo com este documento, será necessário 60 por cento a mais de alimentos para o planeta até 2050.

A agência das Nações Unidas destaca que há várias zonas do planeta onde é utilizada mais água subterrânea do que a reposição de forma natural suporta. Além disso, sustenta que, em algumas regiões, a agricultura intensiva, o desenvolvimento industrial e o crescimento urbano são responsáveis pela contaminação das fontes de água.

O Fórum Mundial da Água acontece até a próxima sexta-feira (17) e deve reunir cerca de 35 mil participantes do setor público e privado. O objetivo do encontro é buscar formas de combater a escassez de água no planeta e seus problemas relacionados, desde a gestão dos recursos hídricos até o aquecimento global. (pulsar/opera mundi)

Faça um comentário

56 − 47 =