Em entrevista, presidenta do Conselho Curador da EBC destaca a importância da pluralidade de vozes na comunicação pública


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

O risco de perda de autonomia da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) tem mobilizado diversos setores sociais em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro em defesa da comunicação pública. Na última sexta-feira (20), o jornalista Laerte Rimoli foi nomeado pelo presidente interino Michel Temer como o novo presidente da EBC.

A nomeação foi vista como uma violação da lei 11.652/2008, responsável pela criação da Empresa Brasil de Comunicação, uma vez que o então presidente Ricardo Pereira Melo foi exonerado do cargo que deveria ocupar até 2020. De acordo com a legislação, o mandato do presidente da EBC não pode coincidir com o do presidente da república, para garantir a independência dos canais públicos.

A colaboradora da Pulsar Brasil, Lívia Duarte, realizou uma entrevista com Rita Freire, presidenta do Conselho Curador da EBC sobre a atual situação da comunicação pública no país. Rita ressalta que o papel do Conselho é zelar pela gestão do conteúdo da EBC. A presidenta ressalta ainda a importância da representatividade da sociedade civil dentro deste espaço para garantir a pluralidade e diversidade da população brasileira dentro da grande de programação da Empresa Brasil de Comunicação.. (pulsar)

 

Audios:

Faça um comentário

7 + 2 =