Documentário “Mulheres de Expressão” traz a voz das comunicadoras


Mãe Beth, uma das participantes do documentário (foto: reprodução)

Mãe Beth, uma das participantes do documentário (foto: reprodução)

“Mulheres de Expressão”. Esse é o título do documentário lançado na última semana pela Artigo 19, organização que trabalha em defesa da liberdade de expressão. Desde 2016, a Artigo 19 realiza encontros entre mulheres comunicadoras ao redor do país, num projeto realizado em parceria com a Rede de Mulheres da Amarc Brasil (Associação Mundial de Rádios Comunitárias). O objetivo é conhecer as violências e discriminações sofridas por mulheres na comunicação e desenvolver junto com essas profissionais estratégias para enfrentar essas situações e fortalecer a liberdade de expressão das mulheres.

Até hoje, mais de 40 mulheres já participaram dos diferentes encontros realizados nas regiões Nordeste e Sudeste do Brasil. Além das discussões mencionadas, as participantes também tiveram oficinas técnicas como edição de rádio, chegando a produzir e apresentar programações especiais sobre violência de gênero ao vivo em uma rádio web. O documentário “Mulheres de Expressão” é um dos frutos desses encontros.

De acordo com Júlia Lima, coordenadora do programa de Proteção e Segurança da Artigo 19,  os depoimentos das participantes trazem os principais temas abordados ao longo das discussões entre as mulheres, sobretudo no que diz respeito a desigualdades de gênero e formas de assédio e discriminação sofridas por elas. Além disso, ela conta que são levantadas maneiras de superar e debater essas situações, para fortalecer a participação das mulheres na comunicação, assim como uma comunicação que aborde temáticas de gênero.

As entrevistas destacam ainda como os meios de comunicação se configuram em espaços de privilégios masculinos, o que realça a necessidade de se tomar medidas para desconstruir esse cenário.

Só existe liberdade de expressão quando as mulheres podem participar do debate público de forma a expor suas visões de mundo e temas relativos à sua realidade. Nesse sentido, é fundamental que as vozes das mulheres ecoem também na mídia, pois só aí teremos chances de combater estereótipos e preconceitos que hoje colocam em xeque a luta pela verdadeira igualdade entre homens e mulheres.

Para assistir o documentário “Mulheres de Expressão” clique aqui. (pulsar/artigo 19)

Audios:

Faça um comentário

+ 64 = 72