Dilma destaca participação de movimentos sociais em políticas públicas


Presidenta Dilma Rousseff. (foto: geledes.org.br)

Presidenta Dilma Rousseff. (foto: geledes.org.br)

Em encontro com movimentos sociais na última quarta-feira (15) em São Paulo a presidenta Dilma Rousseff reafirmou a importância dos movimentos sociais na reivindicação e elaboração de políticas públicas no país. A candidata à reeleição pelo Partido dos Trabalhadores (PT) ressaltou ainda que as organizações populares têm recebido críticas incompatíveis com o papel que desempenham na democracia brasileira.

De acordo com Dilma, as sugestões da sociedade civil foram fundamentais para dar forma à vários programas de governo. A presidenta destacou o diálogo com os movimentos sociais ligados à terra para, por exemplo, elaborar planos como o Safra de Agricultura Familiar que destina cerca de 24 bilhões de reais para  médios e pequenos produtores rurais investirem nas plantações entre 2014/2015.

O preconceito contra os movimentos e o decreto que regulamentou políticas de participação social também foram lembrados pela candidata à reeleição. Dilma afirmou que o nível de crítica que as organizações populares sofrem não é compatível com a importância das entidades.

A presidenta comentou ainda sobre o Dia do Professor e destacou a necessidade de valorizar a categoria com salários adequados para estimular os profissionais. Para Dilma, as mudanças na educação serão possíveis com o investimento dos recursos do petróleo que pretende destinar 75 por cento dos royalties recebidos pela União e do Fundo  Social do Pré-Sal para a área educacional. (pulsar)

*Informações RBA e Agência Brasil

Faça um comentário

83 − 77 =