Cresce o número de denúncias sobre racismo na Internet


(foto:reprodução)

(foto:reprodução)

O número de acusações contra páginas consideradas racista na internet brasileira subiu mais de 34 por cento em relação a 2013. Os dados foram apresentados na última terça-feira (10) pela Central de Denúncias de Crimes Cibernéticos (CND) da SaferNet Brasil, Organização Não-Governamental (ONG) ligada ao Centro Gestor da Internet Brasileira.

Segundo o levantamento foram recebidas cerca de 86 mil 570 denúncias anônimas de racismo envolvendo 17 mil 291 páginas na rede.

A pesquisa também apontou o crescimento de 365, 46 por cento no índice de denúncias associadas à xenofobia. De acordo com a CND, a maioria dos casos retratados estão ligados ao período final da eleição presidencial de 2014. O numero do ano passado é um recorde segundo o instituto, superando as reclamações apresentadas em 2006, também ano de eleições para Presidência da República.

Além do período das eleições, a Copa do Mundo de 2014 também deu origem a uma série de novos problemas envolvendo o tráfico de pessoas. Houve um aumento de 192,93 por cento de queixas anônimas em relação ao ano anterior.

Essas páginas, em sua maioria, faziam referencias ao agenciamento de prostitutas durante o torneio, inclusive adolescentes, para cidades-sede como Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza. (pulsar/ geledés)

Faça um comentário

30 + = 39