Comunidade cobra regularização fundiária em município impactado por Belo Monte


MAB ocupa prefeitura do município de Brasil Novo (PA) por direito à moradia (foto: MAB)

MAB ocupa prefeitura do município de Brasil Novo (PA) por direito à moradia (foto: MAB)

Moradores do bairro Novo Horizonte ocuparam a prefeitura do município de Brasil Novo, no Pará, na sexta-feira (24) para cobrar a regularização fundiária do bairro, onde vivem cerca de 200 famílias. A área, que tinha sido destinada à secretaria de educação do Estado do Pará (Seduc) para a construção de uma escola, estava abandonada e foi ocupada pelos moradores em janeiro de 2013, em um processo de luta por moradia motivado pelo aumento do custo de vida na região com a construção da hidrelétrica de Belo Monte.

Welliton Freitas, militante do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), destacou que com toda a luta que foi feita pela comunidade nos últimos anos, os moradores conseguiram a garantia de que não sofreriam reintegração de posse e recentemente obtiveram o compromisso do governo do Estado de ‘devolver’ o terreno para o município. No entanto, Freitas afirma que ainda falta a prefeitura de Brasil Novo oficializar a secretaria de educação para requerer a área e destiná-la à moradia.

Na pauta entregue à prefeitura o Movimento também pede iluminação pública do bairro, a construção de poços para abastecer a comunidade e o desenvolvimento de projetos de esporte e cultura no local.

A prefeitura se comprometeu a oficializar pedido na Seduc na próxima semana, quando o prefeito do município, Alexandre Lunelli (PT), irá para Belém. Além disso, os secretários presentes na reunião afirmaram que a prefeitura já está encaminhando à Câmara dos Vereadores o projeto de lei para regularização do bairro.  (pulsar/mab)

Faça um comentário

− 6 = 1