Comissão da Verdade realiza diligência no Rio de Janeiro


(charge: latuff)

(charge: latuff)

Na última terça-feira (23) a Comissão Nacional da Verdade (CNV) realizou diligência de reconhecimento com peritos e testemunhas no primeiro Batalhão de Polícia do Exército, na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. O quartel abrigou o Destacamento de Operações de Informações do primeiro Exército, o DOI do Rio, um dos principais centros de tortura da cidade e local da morte do deputado Rubens Paiva.

A Comissão também fez o reconhecimento do Hospital Central do Exército, no bairro de Benfica, local da morte do engenheiro mecânico Raul Amaro Nin Ferreira. Familiares de Ferreira, sobreviventes e testemunhas de graves violações de direitos humanos acompanharam ambas as diligências e deram seus testemunhos  aos peritos e assessores da CNV, como já ocorreu no Doi-Codi de São Paulo, Vila Militar do Rio, Base Aérea do Galeão (RJ) e Casa Azul, em Marabá.

Para Ana Miranda, do Coletivo Tortura Nunca Mais, é importante que os depoimentos aconteçam nos locais onde foram praticados atos de violência, como forma de torná-los visíveis e resgatar a memória. (pulsar)

*Com informações da Radioagência Nacional

Faça um comentário

45 + = 50