CNI realiza pesquisa que aponta má gestão de verba na educação básica


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

A população brasileira acredita que não é por falta de recursos públicos que a educação básica está mal no país. Este é um dos resultados de uma pesquisa realizada pelo Ibope a pedido da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) e do Movimento Todos Pela Educação, e publicada na última terça-feira (3).

A pesquisa mostra que 81 por cento da população percebe que há um problema de gestão dos recursos e 77 por cento acredita que os governos não possuem o comprometimento necessário com a qualidade da educação. A maioria da população se mostra contrária ao aumento de impostos ou a retirar recursos de outras áreas para investir em educação.

Para a presidente-executiva do Movimento Todos Pela Educação, Priscila Cruz, esta percepção é importante e mostra a necessidade de se cobrar melhorias na gestão dos recursos. Priscila reforça ainda que o investimento na primeira infância, incluindo a formação continuada e a qualidade de trabalho desses professores, é também uma das chaves para a melhoria da educação no Brasil.

No que diz respeito aos professores, o aumento dos salários aparece como a medida mais apoiada pela população. Oitenta e nove por cento dos brasileiros reconhece a importância da educação para o desenvolvimento do país e 74 por cento concordam totalmente que um ensino de baixa qualidade prejudica esse desenvolvimento.

Para os brasileiros, violência e corrupção estão associados com a baixa qualidade da educação. E a maioria concorda que a educação tem impactos positivos sobre a renda e a empregabilidade.

A população acredita que a qualidade da educação básica no Brasil precisa melhorar, principalmente, o ensino público. Isso também se reflete na percepção de que os alunos que concluem o ensino fundamental e o médio nas escolas públicas não estão bem preparados para o ensino superior ou para o mercado de trabalho.

A segurança nas escolas públicas é a pior característica avaliada pela população, quando analisadas as condições gerais destas instituições. Equipar melhor as escolas é a ação mais citada pelos brasileiros, entre as duas principais ações para melhorar o desempenho dos alunos do ensino básico público.

A representante do Todos Pela Educação defendeu ainda que já existe um consenso, uma agenda do que precisa ser implementado para que haja mudanças na educação brasileira.

A pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira Educação Básica levantou a opinião de duas mil pessoas sobre a educação básica e medidas necessárias para melhorar a qualidade. (pulsar)

*Com informações da Radiogência Nacional

Faça um comentário

+ 42 = 44