Cientista político analisa os modelos de gestão do PT e PSDB e critica postura da grande mídia


(foto:reprodução)

(foto:reprodução)

Na reta final das eleições, a Pulsar Brasil conversou com o cientista político e professor da Universidade Federal Fluminense (UFF) Marcus Ianoni sobre os dois projetos políticos que estão em jogo nas candidaturas de Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT) e Aécio Neves, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

O cientista político também comenta sobre o papel da mídia durante o processo eleitoral e do favorecimento da grande imprensa à candidatura de Aécio. Ianoni faz uma análise partindo do ‘Manchetômetro’, um website de acompanhamento da cobertura midiática das eleições 2014 do Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública (LEMEP). O professor afirma que é nítido o posicionamento da imprensa, que desde 1998 se mostra ao lado do PSDB.

Além da influência da mídia, o cientista político também comenta os ataque de ódio ao Partido dos Trabalhadores (PT) que se proliferam principalmente pelas redes sociais. Para Ianoni o principal motivo das agressões sofridas está na maior participação popular nos processos políticos e na distribuição de renda. (pulsar)

Audios:

  • Entrevista Marcus Ianoni - Eleição:

    Em entrevista à Pulsar Brasil, o cientista político Marcus Ianoni comenta sobre mídia, modelos de gestão e disseminação de ódio ao PT.

    Clique para baixar (3 MB)

Faça um comentário

+ 25 = 29