Catadores de 15 países discutem a questão do lixo em São Paulo


Catadores discutem o problema do lixo

Catadores discutem o problema do lixo

Hoje (20) termina a quarta edição da Expocatadores, que acontece desde o dia 18 de dezembro em São Paulo. Milhares de catadores de 26 estados brasileiros e 14 países da América Latina, Caribe, Ásia, África e Europa se reuniram em um único lugar para discutir melhores condições de trabalho para catadores, associações e cooperativas de reciclagem.

Em declaração concedida à Radioagência NP, Roberto Laureano da Rocha, coordenador da Expocatadores, afirmou que 2014 é um ano muito promissor para os catadores, porque é o ano que os municípios brasileiros precisam apresentar seus planos de resíduos e fazer as erradicações dos lixões a céu aberto.

Além da valorização profissional do setor, o evento busca fortalecer a cadeia produtiva de materiais recicláveis de forma sustentável e inclusiva. Roberto explica que outro objetivo do evento é despertar novos negócios para cooperativas e redes de catadores, formadas por mais de um milhão de trabalhadores.

Até agosto de 2014, todas as cidades brasileiras devem elaborar e colocar em prática seus planos de gestão de resíduos sólidos e eliminar os lixões. A  menos de um ano para o prazo, cerca de 10% dos municípios cumpriram o cronograma. Estima-se que a produção de lixo no Brasil seja de 193.642 toneladas por dia. (pulsar)

Faça um comentário

15 − = 12