Câmara aprova 10% do PIB para a educação


(foto: Luis Macedo)

(foto: Luis Macedo)

Na última quarta-feira (28), a Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade o texto-base do projeto que institui o Plano Nacional de Educação (PNE). O plano destina 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação. Atualmente são investidos menos de 6%.

O Plano estabelece 20 metas a serem cumpridas nos próximos dez anos. Entre as diretrizes estão a erradicação do analfabetismo; o aumento de vagas em creches, no ensino médio, no profissionalizante e nas universidades públicas; a universalização do atendimento escolar para crianças de 4 a 5 anos e a oferta de ensino em tempo integral para, pelo menos, 25% dos alunos da educação básica.

Nas galerias da Câmara, estudantes, professores e profissionais de educação seguravam cartazes e pediam a aprovação do Plano. Os manifestantes foram autorizados a acompanhar a votação no plenário e comemoraram o resultado.

A votação do texto-base foi uma maneira de ganhar tempo na negociação dos temas considerados polêmicos como o que trata do financiamento da educação. O tema vai ser debatido novamente na próxima semana quando os deputados devem votar os destaques ao texto. (pulsar/rba)

Faça um comentário

76 − 73 =