Brasil registrou em 2015 mais de cinco estupros por hora, mostra anuário


Brasil ainda tem alto índice de estupro (foto: reprodução)

Brasil ainda tem alto índice de estupro (foto: reprodução)

O décimo Anuário Brasileiro de Segurança Pública, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e divulgado nesta quinta-feira (3) aponta que mais  de cinco pessoas são estupradas por hora no Brasil.

O país registrou, em 2015, 45 mil 460 casos de estupro, sendo 24 por cento deles nas capitais e no Distrito Federal. Apesar de o número representar uma retração de 4 mil 978 casos em relação ao ano anterior, com queda de 9,9 por cento, o FBSP mostrou que não é possível afirmar que realmente houve redução do número de estupros no Brasil, já que a subnotificação desse tipo de crime é extremamente alta.

De acordo com a diretora executiva do Fórum, Samira Bueno, o crime de estupro é aquele que apresenta a maior taxa de subnotificação no mundo. Segundo ela isso dificulta avaliar se houve de fato uma redução da incidência desse crime no país.

O levantamento estima que devem ter ocorrido entre 129 mil e 900 e 454 mil e 600 estupros no Brasil em 2015. O número mínimo se baseia em estudos internacionais, como o National Crime Victimization Survey (NCVS), que apontam que apenas 35 por cento das vítimas de estupro costumam prestar queixas.

O número máximo, de mais de 454 mil estupros, se apoia no estudo Estupro no Brasil: uma radiografia segundo os dados da Saúde, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que aponta que, no país, apenas 10 por cento dos casos de estupro chegam ao conhecimento da polícia.

Considerando somente os boletins de ocorrência registrados, em 2015 ocorreu um estupro a cada 11 minutos e 33 segundos no Brasil, ou seja 5 pessoas por hora. O estado com o maior número de casos foi São Paulo, que responde por 20,4 por cento dos estupros no país, com 9 mil 265 casos.

O número, no entanto, representa uma redução de 761 casos em relação ao ano anterior, quando foram registrados 10 mil  e 26 casos. Roraima foi o estado com o menor número de estupros registrados, 180, o que representa 98 casos a menos do que no ano anterior – queda de 35,3 por cento. (pulsar)

*Informação da Agência Brasil

Faça um comentário

74 − = 73