Brasil e Peru assinam acordo para a erradicação do trabalho infantil


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

No Peru, um milhão e 600 mil crianças trabalham. No Brasil, o número de meninos e meninas na mesma situação passa dos três milhões. Com o objetivo de sensibilizar a população e unir forças para trabalhar na erradicação deste grave problema, os governos dos dois países assinaram um Memorando de Entendimento contra o trabalho infantil.

A campanha será lançada em agosto nas regiões amazônicas de Loreto e Madre de Dios, enquanto o Brasil agirá na fronteira com o Peru. Os locais são frequentemente denunciados pelo trabalho de adolescentes na mineração de ouro e em outras atividades tidas como as piores formas de trabalho infantil.

De acordo com o ministro peruano do Trabalho e Promoção do Emprego, Daniel Maurate, “o início da campanha será durante o Festival Binacional Peru-Brasil, que tem a finalidade de sensibilizar a população da cidade de Iquitos, região Loreto (região norte-peruana), sobre a problemática do trabalho infantil”.

O anúncio foi feito conjuntamente com o embaixador do Brasil no Peru, Carlos Lazary Teixeira, e a diretora da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para os Países Andinos, Carmen Moreno. (pulsar/andi)

Faça um comentário

3 + 2 =