Ato relembra dois anos da desocupação de Pinheirinho


(foto: Danilo Ramos/ RBA)

(foto: Danilo Ramos/ RBA)

Ex-moradores da ocupação de Pinheirinho, em São José dos Campos, São Paulo, realizaram um ato na última quarta-feira (22) lembrando os dois anos da reintegração de posse das terras por parte do governo do estado. Os manifestantes reivindicaram por mais agilidade na entrega das moradias e reparação pelas agressões sofridas durante a ação policial.

Ao todo cerca de mil e 700 famílias moravam na área. Em 2013, o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Humana de São Paulo divulgou um relatório com mais de mil e 800 denúncias de violações de direitos humanos que teriam ocorrido durante o despejo. São relatos de ameaças, agressão física, humilhação e problemas nos alojamentos temporários.

A manifestação ainda lembrou os casos mais graves, como o de vitimas de estupro durante a operação. Ao todo estão sendo investigados quatorze  policiais militares acusados de crimes que envolvem desde lesão corporal até tortura.

Segundo a prefeitura de São José dos Campos, a previsão é que as obras do conjunto habitacional comecem em março e sejam entregues em 24 meses. A administração municipal destaca que o novo bairro ficará ao lado de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que garantirá atendimento médico de urgência e emergência aos moradores. (pulsar/radioagência np)

Faça um comentário

− 1 = 6