Atingidos pela Vale bloqueiam estrada contra atividade mineradora na região


(foto: Brasil de Fato)

Cerca de 300 pessoas da Frente Brasil Popular trancaram a estrada de escoamento da mineradora Ferrous, em Serra Azul, Minas Gerais, a cerca de três quilômetros de Brumadinho, no início da tarde desta quinta-feira (31). Os manifestantes paralisaram os trens e caminhões da mineradora.

Segundo os manifestantes, a empresa continua levando minério de ferro da região, mesmo após o rompimento da barragem Mina do Feijão na última sexta-feira (25), que despejou 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos no rio Paraopeba.

O último relatório do corpo de bombeiros aponta que 99 corpos foram encontrados até o momento, e 257 pessoas seguem desaparecidas.

Na manhã desta quinta (31) as Secretarias de Estado de Saúde (SES); de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD) e de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA) comunicaram que a água do rio Paraopeba apresenta riscos à saúde humana e animal e está contaminada até o município de Pará de Minas. A nota também alerta ainda que as pessoas devem se afastar no mínimo por 100 metros das margens.

Os manifestantes cobram ações do Estado e da Vale para que busquem maneiras de resolver os problemas das famílias da região. (pulsar/brasil de fato)

 

Faça um comentário

+ 41 = 42