Após repercussão, MPF recua e diz que não confirma massacre em tribo indígena isolada


(foto: Guilherme Gnipper Trevisan)

(foto: Guilherme Gnipper Trevisan)

Desde a última sexta-feira (8) inúmeros veículos de imprensa não param de noticiar o suposto massacre de cerca de 20 índios “flecheiros” de uma tribo isolada na Amazônia brasileira.“Suposto” só agora pois, no final da tarde desta segunda-feira (11), o Ministério Público Federal enviou uma nota oficial à Agência Amazônia Real informando que “errou” ao confirmar as mortes.

Segundo a nota, “o Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas corrige a informação repassada equivocadamente pela Assessoria de Comunicação do órgão à repórter da Amazônia Real e informa que não há confirmação de mortes de índios isolados no Amazonas.”

Em outro trecho o MPF afirma que “o que há é investigação em curso para apurar a denúncia de tais mortes, as quais ainda não foram confirmadas”.

Porém, antes de toda a repercussão, quando a pauta ainda estava sendo apurada, a assessora do MPF confirmou à agência de notícias, por mais de uma vez, que houve, sim, a morte de índios isolados por garimpeiros.

Em conversa pelo WhatsApp, a assessora afirmou que “A única preocupação é não atrapalhar o andamento das investigações, da apuração”. De acordo com ela, é possível confirmar que houve mortes, mas ainda não há detalhes. A confirmação é de que as mortes estão sendo investigadas pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal. (pulsar/portal fórum)

Faça um comentário

45 − = 44